| BLOG - Ampliamente

Criei meu consultório agora

A clínica é a área de atuação com mais adesão entre os profissionais de psicologia, principalmente entre os recém-formados. Entretanto, a maioria tem dificuldades em atender um número X de pacientes para se consolidar na área. Esta dificuldade é um dos maiores desafios do psicólogo (a). 

A graduação qualifica o psicólogo para um trabalho clínico excelente, mas na maior parte das vezes os universitários não recebem orientação sobre o exercício da profissão como autônomo. Buscar capacitação no campo do empreendedorismo é uma conduta fundamental para se ter sucesso como trabalhador independente. 

Sabendo desta dificuldade, nós da AmpliaMente separamos algumas dicas para te ajudar a atrair novos pacientes e conseguir se estabelecer no mercado. 

1 – Público

É comum que ao iniciar a carreira em clínica, o objetivo principal seja conseguir o máximo de clientes. Afinal, quanto mais ampliar as suas possibilidades de atendimento, a pessoa consegue se conhecer como profissional e também atinge seu objetivo financeiro. 

Ainda que este pensamento ajude a expandir o leque de oportunidades, ele também pode limitar. Mesmo parecendo contraditório, existe uma lógica por trás disso. É cada vez mais comum, que as pessoas procurem profissionais especializados, por se sentirem mais seguras. Por exemplo, os pais ao procurarem psicólogos para os seus filhos, terão preferência por escolher um profissional que atenda apenas este público. 

Quando um psicólogo se apresenta como um profissional especialista em determinada área, ele demonstra ser autoridade no assunto. Esta expertise, torna a pessoa uma referência na sua área de atuação.

2 – Qualificação

Para ser considerado um profissional especialista em um determinado assunto, além de ter vivência nos atendimentos na área, o psicólogo deve realizar cursos, frequentar eventos e também cursar uma pós-graduação. Ter um mestrado ou doutorado também é válido.

Não é apenas estando em sala de aula que você aumenta a sua qualificação, os estudos individuais também devem fazer parte da rotina. Leituras de livros e artigos científicos são essenciais para se manter atualizado sobre as novas descobertas em seu campo. Além disso, vale a pena envolver-se em grupos com profissionais que possuem a mesma área de interesse. Participar de encontros como esse, podem originar discussões promissoras.

Outra dica valiosa é frequentar eventos como: congressos, palestras, seminários, simpósios, webinários, lives e mesa redonda. A área da psicologia está em constante avanço. Para estar atualizado sobre as novas tendências, vale a pena participar de encontros da sua área. Por último, existe sempre a possibilidade de fazer cursos com psicólogos renomados. O importante é não parar na especialização. 

Além do aprendizado contínuo é válido investir em uma supervisão clínica. Ter a ajuda de um profissional experiente para compartilhar e orientar os seus casos, colabora para o aumento da qualidade do seu trabalho.

3 – Ambiente Confortável

Oferecer um ambiente bonito e agradável é fundamental para que o paciente se sinta à vontade e deseje voltar. Não se esqueça do conforto dos móveis, isso vale tanto para a sala de espera quanto para a de atendimento. 

Ao escolher a decoração, opte por usar cores claras. Os tons mais vibrantes podem provocar desconforto visual e levar a uma agitação emocional. Se o seu foco for o atendimento para o público infantil, é necessário investir em detalhes coloridos e disponibilizar brinquedos. 

4 – Networking

No dia a dia do mundo profissional, ter boas relações com outros profissionais é uma ótima forma de crescer. Construir e manter um bom networking é fundamental. Manter contato com colegas e professores da faculdade é uma ótima estratégia para trocar experiências profissionais e também para fechar possíveis parcerias. 

Uma outra forma de construir esses relacionamentos é atuar em projetos multiprofissionais e como já foi dito anteriormente, participando de curso e etc. Também é possível oferecer palestras para a comunidade, empresas e escolas. Ao participar de eventos onde aparece como autoridade na sua área, você se torna mais conhecido para o público, divulga seu trabalho clínico e também estabelece parcerias. 

5 – Marketing Digital

Nos dias de hoje, as principais formas de divulgação de serviços são na internet. Os sites pessoais e as mídias sociais são os meios com melhor custo-benefício e com mais chance de atingir seu público de forma assertiva. É comum que as pessoas façam uma pesquisa online, antes de marcar uma consulta.

Além de você estar presente nas principais redes sociais, é interessante fazer cadastros em sites que reúnem perfis de diversos profissionais da saúde. Mesmo utilizando o meio digital, ainda é válido produzir e distribuir cartões de visitas e panfletos. 

Gostou das dicas? Se quiser saber mais, acompanhe as nossas newsletters.